O exército iemenita matou 22 rebeldes xiitas em operações militares na província de Saada, reduto da rebelião no norte do país, anunciou neste domingo uma fonte militar.

Quinze rebeldes foram assassinados em distintas operações neste domingo, segundo a fontem militar no site do ministério da Defesa.

A fonte acrescentou que outras pessoas, sem precisar o número, foram assassinadas por "cidadãos" que sequestraram dois carros que pertenciam ao ministério.

O exército lançou em 11 de agosto a ofensiva "Terra queimada contra os rebeledes xiitas no norte do país.

O poder acusa a rebelião de ser apoiada pelo Irã xiita. Já os rebeldes garantem que Sanaa conta com a assistência militar da monarquia sunita da Arábia Saudita

As organizações humanitárias expressaram sua preocupação com a situação de dezenas de milhares de pessoas que foram forçadas a abandonar suas casas.

bur/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.