Segundo a Isaf, braço militar da organização, não houve vítimas civis

Mais de 20 insurgentes morreram em uma operação liderada pelas forças afegãs durante três dias na conflituosa Província de Kandahar, sul do Afeganistão, informou a Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf) na quarta-feira. O órgão militar da Organização do Tratado do Atlântico Norte indicou em comunicado que "não houve vítimas civis nem danos a propriedades como consequência dessa operação".

As tropas, que confiscaram 20 minas terrestres, descobriram duas instalações de tratamento de droga e outras para a fabricação de explosivos, além de terem apreendido 40 fuzis AK-47 e grande carregamento de munição. A operação, concluída na segunda-feira e desenvolvida em vários distritos de Kandahar, contou com a participação do Exército afegão e da polícia fronteiriça, com o apoio das forças especiais do sul do país.

Estava prevista uma operação mais curta, mas graças a informações adicionais dadas por habitantes locais as forças continuaram com o rastreamento de outras zonas vizinhas. Os taleban têm suas principais fortificações no sudeste do país, onde predomina a etnia pashtun, e por isso a região é cenário de constantes casos violentos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.