Operação policial no Chile termina com 885 detidos

Santiago do Chile, 18 abr (EFE).- Um total de 885 pessoas foi detida no Chile em uma operação preventiva que os Carabineiros (Polícia militarizada) realizaram nos bairros mais perigosos de várias cidades do país, informaram hoje fontes dessa instituição.

EFE |

"Neste serviço houve atividades de prevenção para apreender armas e droga, e para deter pessoas com ordens pendentes, o que permitiu a prisão de 875 pessoas ao longo do país", disse o tenente-coronel Eric Gajardo.

O dispositivo ocorre desde sexta-feira à tarde até a madrugada de hoje, e terminou com 423 detidos por posse de drogas, 26 por ordem de detenção pendente, 66 por ordem de apreensão, 18 por posse de arma branca e o resto por outros crimes, como roubos e furtos.

Na operação, onde a Polícia fez mais de 3.500 controles de passagem e quase cinco mil controles de identidade, também foram apreendidas mais de mil papelotes de maconha, 500 de cocaína e 21 armas de diverso calibre. EFE gs/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG