Bagdá, 12 abr (EFE).- Onze supostos rebeldes morreram hoje e cinco soldados americanos ficaram feridos em uma operação de segurança ao norte de Bagdá, informaram fontes policiais.

Em outro incidente à parte, um soldado americano morreu devido à explosão de uma bomba em Bagdá.

Segundo a Polícia iraquiana, os onze insurgentes morreram em confrontos com tropas iraquianas nas aldeias de Al-Salam e Al-Machahif, localizadas nas proximidades da cidade de Beiji, a cerca de 200 quilômetros da capital do país.

O tiroteio causou danos em quatro veículos que os rebeldes usavam em suas ações de resistência, disseram as fontes, acrescentando que a operação teve apoio militar americano.

Além disso, na mesma missão, cinco militares americanos ficaram feridos em um ataque suicida de um dos insurgentes, que tinha um cinto de explosivos.

As tropas encontraram grandes quantidades de armas e munição na área, disseram as fontes, que acrescentaram que os militares iraquianos não sofreram baixas.

Em um incidente separado, outro militar dos Estados Unidos morreu hoje devido à explosão de uma bomba colocada em uma estrada no noroeste de Bagdá, informou o comando militar americano em comunicado. EFE am/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.