Operação internacional desarticula rede de tráfico de pessoas e drogas

Bruxelas, 22 abr (EFE).- As autoridades da Colômbia, Itália e Holanda realizaram esta semana uma operação conjunta para desarticular uma ampla rede de tráfico de pessoas e drogas, anunciou hoje o Eurojust, escritório judicial da União Europeia (UE), que coordenou a ação.

EFE |

As autoridades italianas detiveram 62 pessoas vinculadas com uma rede de narcotráfico baseada na Nigéria que levava ilegalmente mulheres nigerianas até a Holanda, como método para financiar suas operações com cocaína procedente da Colômbia.

Após sua chegada à cidade de Amsterdã, as mulheres eram levadas a países como Espanha, Itália e França, onde eram obrigadas a exercer a prostituição.

Com o dinheiro obtido da prostituição, a rede comprava "grandes quantidades de cocaína" na Colômbia para distribuí-la na Europa, detalhou a nota.

A pedido da Procuradoria Antimáfia italiana, o Eurojust organizou em maio do ano passado uma reunião em sua sede de Haia na qual as autoridades judiciais de todos os países afetados trocaram informações e abriram a via para desarticular a rede.

A reunião permitiu "provar os vínculos entre o tráfico de pessoas, a exploração de drogas e o financiamento das atividades com drogas", concluiu o comunicado. EFE rcf/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG