Operação do Exército mata 21 talibãs no Paquistão

Islamabad, 2 jun (EFE).- Pelo menos 21 supostos talibãs morreram nas últimas 24 horas em confrontos com as forças de segurança no norte do Paquistão, palco há semanas de uma operação militar de grande escala contra a insurgência muçulmana, informou hoje o Exército.

EFE |

O comando militar paquistanês admitiu em comunicado que durante os combates três soldados morreram, embora não tenha divulgado números sobre baixas civis.

Segundo o Exército, os 21 "terroristas" morreram em vários pontos do vale de Swat, principal zona onde ocorre a ofensiva e que os talibãs tinham transformado em uma de suas mais importantes fortificações.

Mingora, principal cidade de Swat, "está voltando à normalidade" depois que no sábado passado os militares reivindicaram ter tomado o controle da região, segundo a nota.

A operação é desenvolvida em Swat e nos distritos de Dir, Shangla e Buner, aos quais os talibãs tinham tentado estender sua influência justo antes que o Governo ordenasse ao Exército que lançasse uma grande ofensiva contra os insurgentes.

Desde o início das hostilidades, no final de abril, cerca de 1.300 talibãs morreram, segundo os cálculos do Exército, números que carecem de uma comprovação independente e não se referem a civis.

EFE igb/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG