Operação destrói 153 hectares de maconha na fronteira do Paraguai e Brasil

Assunção - As autoridades paraguaias informaram neste sábado a destruição de 153 hectares de plantações de maconha no quinto dia de uma operação que é realizada no norte do país, na fronteira com o Brasil. A área equivale a aproximadamente 153 campos de futebol.

EFE |

Conforme a Secretaria Nacional Antidrogas (Senad), com ajuda de helicópteros das Forças Armadas, foram destruídas as plantações em regiões de florestas do departamento de Canindeyú, contíguo ao Mato Grosso do Sul.

Assinalaram que na operação, que conta com o apoio da Polícia Federal do Brasil, também foram apreendidos 1,5 tonelada de maconha processada e destruídos 13 acampamentos precários utilizados pelos criminosos.

As regiões onde ocorreram as operações, cuja data de conclusão não foi detalhada, foram avistadas a partir do ar e foi possível identificar também que existem plantações de maconha em germinação, de acordo com a Senad.

Nas regiões de densa vegetação de Canindeyú, e nos cidades de Amambay e Concepción, todas na fronteira com o Brasil, ficam as principais plantações de maconha.

Leia mais sobre: maconha

    Leia tudo sobre: maconhatráfico de drogas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG