Operação da UE detém 55 piratas e 6 navios na costa da Somália

Madri - A Operação Atalanta da União Europeia (UE), que combate a pirataria em frente à costa somali, deteve 55 piratas e seis embarcações, desarticulou dez grupos de piratas e destruiu 11 botes neste mês de março, uma vez acabados as monções, informaram fontes do Ministério de Defesa espanhol.

EFE |

Devido ao fim da temporada de ventos e à chegada do bom tempo, a Atalanta intensificou suas ações com a operação Iron Fist (Punho de Aço) na bacia sul da Somália.

O objetivo da Iron Fist é reforçar a vigilância dos portos e as bases onde se sabe que há piratas operando e ter um maior controle em alto-mar dos grupos de piratas, cujas atividades aumentam com a chegada do bom tempo.

Além de ter uma maior presença de transportes militares, que foram transferidos de outras regiões à bacia sul, "se otimizou o período de presença dos navios no mar, encurtando seu tempo nos portos", acrescentaram as mesmas fontes.

Junto aos navios, estão três aviões de patrulha marítima, cuja finalidade é proporcionar informações permanentes sobre os piratas.

Como resultado da operação, foram detidos 55 piratas. Além disso, hoje mesmo uma fragata alemã interceptou duas lanchas, transferiu os tripulantes a um navio e afundou os botes dos piratas.

    Leia tudo sobre: piratassomália

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG