De acordo com as autoridades, muitos dos jovens foram vendidos pelos próprios pais, que não podem pagar pela criação dos filhos

Mais de 500 crianças procedentes da província de Xinjiang, no noroeste da China, foram resgatadas em uma operação nacional contra o tráfico infantil. Na ação, foram detidos 464 suspeitos por colaboração com as redes de tráfico de menores, segundo informou nesta sexta-feira a agência oficial "Xinhua".

Das 500 crianças localizadas, 360 retornaram a Xinjiang para tentar encontrar suas famílias, algo que as autoridades julgam complicado, já que acreditam que muitos deles foram vendidos por seus próprios pais, que não podiam custear sua criação.

A campanha contra o tráfico infantil começou em fevereiro e permitiu libertar cerca de 800 crianças em distintas operações. Na última delas, ocorrida nesta semana, uma ação coordenada em 14 províncias do país permitiu resgatar 89 crianças e deter 369 pessoas relacionadas com redes internacionais de tráfico de menores que operavam no sul da Ásia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.