Operação contra corrupção do FBI prende rabinos nos EUA

Mais de 40 rabinos, prefeitos e políticos de Nova York e Nova Jersey, nos Estados Unidos, foram presos nesta quinta-feira depois de uma investigação do FBI, a polícia federal americana, a respeito de um esquema de corrupção e lavagem de dinheiro.

BBC Brasil |

AP
Suspeitos de corrupção são presos pelo FBI

Suspeitos de corrupção são presos pelo FBI

Cerca de 300 agentes do FBI fizeram batidas em dezenas de locais nos dois Estados americanos. Entre os detidos estão o prefeito da cidade de Hoboken, Peter Cammarano - que estava no poder há apenas 23 dias e é acusado de receber propinas -, e o prefeito de Secaucus, Dennis Elwell.

Segundo o jornal The New York Times, os rabinos presos são das regiões onde vivem judeus sírios em Nova York e Nova Jersey.

Porões e banheiros

A vice-prefeita de Jersey City, Leona Baldini, e o ex-presidente do Conselho Municipal, L Harvey Smith, também estariam entre os detidos.

O secretário de Justiça americano em exercício, Ralph Marra, disse que o esquema movimentou pelo menos US$ 3 milhões entre os Estados Unidos, Israel e Suíça.

Marra disse os suspeitos usavam religião e política para encobrir suas atividades criminosas, realizando encontros secretos em porões e banheiros.

O prefeito de Newark, Cory Booker, que lutou contra corrupção na maior cidade de Nova Jersey, disse ao jornal The Star-Ledger, daquele Estado, que foi "uma manhã inacreditável".

Leia mais sobre corrupção

    Leia tudo sobre: corrupçãoeuafbi

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG