Onze rebeldes do ELN se entregam ao Exército no sul da Colômbia

Bogotá, 3 abr (EFE).- Onze guerrilheiros de um reduto do Exército de Libertação Nacional (ELN) se entregaram a tropas do Exército colombiano em uma região de selva da fronteira sul com o Equador, informaram nesta sexta-feira porta-vozes desta força em Bogotá.

EFE |

Os rebeldes desertaram na quinta-feira pela tarde após terem sido cercados por soldados de um batalhão de luta antidrogas às margens do rio Telembí, no departamento limítrofe de Nariño.

O Comando do Exército Nacional na capital colombiana disse em comunicado que os insurgentes pertenciam à Quadrilha Guerreros del Sindagua, que atua na zona de fronteira.

Os desertores estavam armados com fuzis, dois changones (armas de grande calibre), uma metralhadora pequena, duas armas curtas e 20 granadas, e levavam também 42 pentes de balas, 3.500 cartuchos, vários equipamentos de comunicação por rádio e uniformes, segundo o relatório militar.

Além disso, levavam dois quilos de pasta básica de cocaína, acrescentou o Exército.

O ELN é a segunda maior guerrilha do país, depois das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), e as autoridades calculam que contam com uma força de cerca de 4.500 rebeldes. EFE jgh/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG