Onze rebeldes das Farc e um do ELN se entregam a militares colombianos

BOGOTÁ - Onze rebeldes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e um do Exército de Libertação Nacional (ELN) se entregaram às autoridades colombianas em várias regiões do país no último fim de semana, informaram hoje fontes militares.

EFE |

  • Ingrid está menos doente do que se pensava, diz França
  • Conheça alguns fatos importantes sobre as Farc
  • Entenda a crise dos reféns das Farc na Colômbia
  • Nahum Sirotsky: Farc tentaram repetir Fidel, mas não conseguiram

  • Eles teriam expressado seu interesse em desertar e receber os benefícios do governo.

    Uma das deserções ocorreu na localidade de Samaná (departamento de Caldas, oeste), onde seis integrantes da frente 47 das Farc, entre eles duas mulheres, se entregaram a soldados, informou o Exército.

    A frente 47, dirigida pela guerrilheira "Karina" e que atua na região cafeteira do oeste colombiano, é uma das mais ativas das Farc, mas a pressão militar reduziu os membros do grupo de 200 a 30 e na última quinta-feira outros sete integrantes foram desmobilizados, indicou esse escritório.

    Outro rebelde da guerrilha desertou perto de Popayán (capital do Cauca) e os demais se renderam nos departamentos de Vichada, Casanare e Meta.

    Enquanto isso, em Valledupar (capital do departamento Cesar), uma rebelde do ELN se entregou.

    Segundo dados oficiais, neste ano 200 guerrilheiros foram desmobilizados, dos quais 150 eram das Farc e os outros do ELN e de comandos dissidentes.

    Leia mais sobre: Farc

      Leia tudo sobre: farc

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG