Onze pessoas morrem em outro dia de violência no México

MÉXICO - Pelo menos 11 pessoas morreram de forma violenta nas últimas 24 horas no México, oito delas na fronteiriça Tijuana (norte) e suas imediações, em diversas circunstâncias referidas pelas autoridades.

EFE |

Também foram registrados disparos contra as instalações periciais da Procuradoria do Estado da Baixa Califórnia, em um dos bairros mais conflituosos de Tijuana, feitos por homens armados. Duas das mortes foram registradas no município de Playas de Rosarito.

Em Tijuana, um tiroteio à meia-noite de domingo deixou duas pessoas mortas e outras cinco feridas.

Segundo testemunhas, as vítimas do tiroteio foram perseguidas por gente armada e encapuzada, que ao encurralá-los no pátio de uma casa, dispararam contra elas várias vezes.

Quase simultaneamente, em outro ponto da cidade, foram encontrados os cadáveres de dois homens com marcas de bala caídos na rua.

Este domingo, outro ataque com armas de fogo a uma taqueria (loja de fast-food mexicana) por parte de um grupo de indivíduos encapuzados, deixou um morto e outra pessoa ferida.

Além disso, em outro local da metrópole, foi achado o corpo de outra pessoa, com marcas de bala. Até o momento não foram divulgadas as identidades dos mortos nem dos feridos.

No vizinho estado de Sonora foi registrada uma morte nas últimas 24 horas.

As autoridades de Guerrero informaram também do achado de um cadáver em uma lagoa do município de Zihuatanejo, com uma ferida de arma branca.

Além disso, fontes jornalísticas reportaram hoje a morte de uma pessoa na Cidade do México.

Neste ano, o número de mortes do crime organizado no México chega a cerca de 5.400, devido à guerra interna dos cartéis e à pressão das forças de segurança federais.

    Leia tudo sobre: mexicoméxico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG