Onze pessoas morrem em ataques no Afeganistão

Onze pessoas, entre elas nove policiais, faleceram em ataques rebeldes no sul e no leste do Afeganistão, anunciaram neste sábado as autoridades locais.

AFP |

Oito policiais morreram na madrugada deste sábado quando a delegacia onde estavam foi atacada por um grupo de talibãs 10 km ao norte de Lashkar Gah, capital da instável província de Helmand (sul), feudo talibã e principal centro de produção de ópio do país, declarou o porta-voz do governo da província, Daoud Ahmadi.

Outros policiais conseguiram fugir, talvez por estarem ligados aos insurgentes, acrescentou.

As forças americanas e britânicas vêm conduzindo nos últimos dias grandes operações militares para garantir a segurança na província de Helmand na perspectiva da eleição presidencial de 20 de agosto, que será a segunda da história do Afeganistão.

Vários distritos da província, uma das mais violentas do país, estão sob o controle dos talibãs.

Na província de Laghman, no leste do país, uma bomba caseira explodiu neste sábado na passagem do carro do chefe adjunto da polícia da província vizinha de Kunar, que morreu junto com um outro passageiro do veículo, anunciou o ministério do Interior.

O porta-voz da província, Sayed Ahmad Safi, destacou que a outra vítima era civil e que três pessoas, entre elas o filho do policial, foram feridas na explosão.

Também no leste, um civil que fornecia contêineres às tropas estrangeiras mobilizadas na região foi morto na manhã deste sábado na cidade de Khost, capital da província do mesmo nome, quando uma bomba colocada em seu carro explodiu, informaram as autoridades locais.

str/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG