Onze mortos em ataques de rebeldes islâmicos na Somália

Pelo menos onze pessoas, a maioria civis, morreram na Somália durante dois confrontos entre rebeldes islâmicos e o Exército, informaram as autoridades e testemunhas.

AFP |

Quatro homens morreram quando os rebeldes atacaram um comboio do governo em Yaqbiriweyne, 80 km ao sul de Mogadíscio.

"Quatro homens, que trabalhavam como seguranças, foram mortos e vários outros estão desaparecidos. Não sabemos se foram seqüestrados pelos rebeldes", disse Osman Hassan, um dos responsáveis pelos serviços de segurança na Somália.

Pouco antes, combates entre os rebeldes islâmicos e as forças de segurança somalis, apoiadas por unidades etíopes, deixaram sete mortos em Mogadíscio, segundo testemunhas.

Os rebeldes atacaram com metralhadoras pesadas e morteiros um posto de controle das forças de segurança somalis ao sul da capital, no distrito de Hararyale, em um confronto que durou mais de uma hora.

"Pelo menos três tiros de morteiro atingiram várias casas no meu bairro e seis civis, incluindo duas crianças, morreram", disse à AFP Abdiasis Abdullahi, morador da região.

O corpo de uma sétima vítima fatal foi encontrado na rua, próximo ao local dos combates, disse outro morador, Mohamed Farey.

oto/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG