ONU vai trabalhar para que promessas do G20 beneficiem pobres

As agências das Nações Unidas trabalharão para que as promessas da Cúpula do G20 permitam combater os efeitos da crise sobre os países mais pobres, declarou neste sábado, em Paris, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.

AFP |

"O G20 pediu à ONU que monitore o impacto desta crise e de crises futuras sobre os mais pobres e os mais vulneráveis para suscitar ações", disse Ban à margem de um encontro de chefes de agências e organismos ligados às Nações Unidas, na capital francesa.

A ONU fomentará um sistema "de alerta mundial, de maneira que se determine as respostas à crise de forma apropriada para ajudar os mais pobres e vulneráveis do planeta".

Ban destacou que a ONU se dotará, como parte de seus esforços para garantir uma segurança alimentar, de um "mecanismo financeiro para dirigir apoios suplementares" aos pequenos agricultores.

O secretário-geral estimou que a Cúpula do G20 "produziu resultados importantes", mas advertiu que "o desafio consiste em aplicar estes compromissos", principalmente no que se refere aos países pobres.

O G20 decidiu conceder 500 bilhões de dólares em recursos adicionais ao Fundo Monetário Internacional, triplicando seu capital, e 250 bilhões de dólares para aumentar o crédito de giro do FMI destinado a emprestar dinheiro a seus países-membros.

cr/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG