O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, anunciou nesta quarta-feira em Islamabad a intenção de criar muito em breve uma comissão de investigação sobre o assassinato da ex-primeira-ministra paquistanesa Benazir Bhutto, vítima de um atentado suicida em 27 de dezembro de 2007.

"Pretendo criar muito em breve uma comissão de investigação independente, dirigida por uma personalidade reconhecida que ainda vou designar", anunciou Ban Ki-moon durante um banquete oferecido pelo presidente do Paquistão, Asif Ali Zardari, viúvo de Benazir Bhutto.

O anúncio do secretário-geral foi transmitido ao vivo pela TV paquistanesa.

O governo paquistanês procedente das legislativas de fevereiro de 2008, vencidas pelo partido de Bhutto, menos de dois meses após seu assassinato, havia pedido a criação de uma comissão de investigação ao Conselho de Segurança da ONU.

gir/yw/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.