Gaza, 10 fev (EFE).- A ONU retomou hoje sua ajuda humanitária à Faixa de Gaza depois que o Hamas devolveu os produtos confiscados na semana passada, mas não pôde introduzir alimentos, devido ao fechamento de fronteiras de Israel por ocasião das eleições isralenses.

A agência das Nações Unidas para os refugiados palestinos (UNRWA) reiniciou hoje suas atividades em Gaza, confirmou esta manhã a organização, em comunicado.

A UNRWA anunciou ontem que retomaria sua atividade após ter recebido do Governo do Hamas as cargas que tinham sido confiscadas na semana passada e que levaram à suspensão de atividades na sexta-feira passada.

A organização tinha deixado claro que a suspensão permaneceria com efeito até que as cargas fossem devolvidas e recebesse "garantias críveis" do Governo do Hamas em Gaza de que incidentes como esse não voltariam a ocorrer, duas condições que foram cumpridas, disse Christopher Gunness, porta-voz da UNRWA.

A agência denunciou que seu trabalho de entrega de ajuda está sendo afetado pela decisão do Governo israelense de negar a entrada de três caminhões com plástico para elaborar as sacolas de distribuição da comida.

Também reclamou da decisão israelense de não dar sinal verde à entrada em Gaza de 12 caminhões com massa de papel para a impressão de livros. EFE sar-aca/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.