ONU renova mandato da missão da União Africana na Somália

Nações Unidas, 19 ago (EFE) - O Conselho de Segurança da ONU renovou hoje por seis meses o mandato da força de paz da União Africana na Somália (Amisom) para reforçar a missão de estabilização do país do Chifre da África. A resolução adotada por unanimidade pelos 15 membros do principal órgão das Nações Unidas pediu ao secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, para fornecer apoio técnico e logístico à missão da União Africana (UA). Ao mesmo tempo, mencionou a disposição do Conselho de considerar no momento oportuno a possibilidade de aprovar uma missão de paz que substitua a Amisom, segundo o progresso do processo político e a melhora da segurança no terreno. A UA solicitou no mês passado às Nações Unidas que a substituísse na tarefa de tentar levar paz à Somália, mas a ONU até o momento se mostrou muito reticente em voltar ao país africano depois do fracasso da missão que enviou à nação na década de 1990. Por falta de recursos, a missão da UA somente pôde desdobrar 2.600 dos 8.

EFE |

000 soldados aprovados em seu mandato para que substituísse as tropas etíopes que desde 2007 respaldam o Governo interino do país. EFE jju/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG