ONU reinicia entrega de alimentos para refugiados da Faixa de Gaza

Gaza, 29 abr (EFE).- A Agência da ONU para o Auxílio aos Refugiados Palestinos (UNRWA) retomou hoje a entrega de alimentos para os refugiados de Gaza, cinco dias após tê-la interrompido ao ficar sem combustível por causa do bloqueio israelense à Faixa.

EFE |

Além de distribuir alimentos para cerca de 650 mil refugiados, a UNRWA pode também recomeçar a recolher hoje o lixo que estava se acumulando nos campos de refugiados, disse o diretor desta entidade das Nações Unidas, John Ging, após o fornecimento de gasolina.

A solução chegou após Israel aceitar fornecer combustível derivado do petróleo para a UNRWA, que não recebia gasolina desde que no dia 9 deste mês dois civis israelenses morreram em um atentado palestino na passagem fronteiriça de Nahal Oz, o caminho por meio do qual o combustível entra em Gaza.

Nesta passagem continua armazenado um milhão de litros de combustível derivado do petróleo fornecido por Israel e que o Hamas, que controla a Faixa, deseja ver distribuído. Entretanto, os responsáveis por postos de gasolina se negam a ir buscar o combustível até que Israel se comprometa a entregar quantidades normais de combustível para Gaza, e não apenas a necessária para evitar uma crise humanitária.

Ging declarou que "todas as partes são responsáveis por encontrar uma solução rápida e real para a crise", motivada pela falta de combustível.

Por um lado, pediu às milícias palestinas o fim da "violência nas passagens fronteiriças, de forma que os bens, os alimentos e os combustível possam entrar em Gaza".

Israel, por sua parte, "deve se comprometer a retomar as entregas de combustível derivado do petróleo para Gaza", que foram reduzindo progressivamente desde que a Faixa foi declarada território inimigo em novembro passado, acrescentou. EFE Sa'ar/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG