ONU quer acelerar início de negociações sobre unificação do Chipre

Nicósia, 17 jun (EFE) - O subsecretário-geral para Assuntos Políticos da ONU, Lynn Pascoe, voltou a se reunir hoje, em Nicósia, com os líderes das comunidades grega e turca do Chipre, para avaliar o processo de diálogo sobre a reunificação da ilha, reaberto em 21 de março entre as duas partes.

EFE |

Neste sentido, Pascoe espera conseguir um acordo entre as partes sobre a data da abertura das negociações diretas entre os dois líderes, para que comecem em setembro.

Esta visita é a segunda que Pascoe realiza à ilha em dois meses e meio, e se centrou em reuniões, em sedes separadas, tanto com o líder turco-cipriota, Mehmet Ali Talat, quanto com o presidente do Chipre, Dimitris Christofias.

Ao término de sua reunião com Talat, Pascoe esclareceu que o objetivo de sua visita à ilha é "avaliar a situação" e "encontrar as maneiras para apoiar o avanço do processo" de reunificação.

Além disso, Pascoe acrescentou que há grandes expectativas de que tal processo continue rapidamente para que se encontre uma solução para o problema cipriota.

Por sua parte, Ali Talat qualificou seu encontro com Pascoe de "construtivo".

"Nós apresentamos os problemas e nossas preocupações, e recebemos respostas positivas" explicou Talat, para acrescentar que o objetivo final é uma solução integral para o problema do Chipre.

Além disso, Pascoe disse que teve "uma boa discussão" com Christofias, e que ambos seguirão o encontro de trabalho durante o jantar que o presidente cipriota oferecerá esta noite ao alto funcionário da ONU. EFE fl/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG