ONU preocupada com onda de prisões no Irã

A alta comissária da ONU para os Direitos Humanos, Navi Pillay, manifestou nesta sexta-feira sua preocupação com o número crescente de detenções no Irã, onde prosseguem os protestos contra os resultados da eleição presidencial.

AFP |

Pillay também expressou preocupação com "a possibilidade do uso excessivo da força e de atos violentos por parte de membros de milícias após as eleições presidenciais".

"As bases legais das detenções que aconteceram, principalmente contra defensores dos direitos humanos e militantes políticos, não estão claras", destacou Pillay.

A alta comissária recordou que as liberdades de expressão e de reunião são direitos fundamentais e saudou o comportamento ampliamente pacífico e digno daqueles que participam nas grandes manifestações em Teerã.

O presidente iraniano Mahmud Ahmadinejad foi reeleito nas votação de 12 de junho, mas os candidatos de oposição denunciam fraudes na apuração.

dro/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG