ONU pedirá US$ 613 milhões para recuperar Gaza

DAVOS - As Nações Unidas informaram nesta quinta-feira que apresentarão à comunidade internacional um pedido de fundos de US$ 613 milhões para lidar com as necessidades humanitárias e realizar os primeiros trabalhos de reabilitação na Faixa de Gaza após a ofensiva militar israelense.

Redação com agências internacionais |


Este valor permitiria que a entidade executasse seu plano de recuperação do território palestino durante nove meses em favor de 1,4 milhão de pessoas. As necessidades são enormes e multi-facetadas, disse o secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, no Fórum Econômico Mundial, em Davos.

Ao ser observada a magnitude da operação militar em Gaza, a ONU lançou neste mês um pedido preliminar de fundos e até o momento conseguiu arrecadar US$ 80 milhões.

AP
Menina palestina é vista entre destroços na Faixa de Gaza

Menina palestina é vista entre destroços na Faixa de Gaza

Segundo as informações mais atualizadas da ONU, 1.300 pessoas foram assassinadas em Gaza e 5.300 ficaram feridas (1.855 crianças e 795 mulheres) nas três semanas de conflito.

Além disso, 21.000 casas (13% do total) ficaram destruídas ou gravemente danificadas, enquanto "milhares de pessoas ficaram sem nenhum acesso a alimentos ou a serviços básicos de água, saneamento ou saúde", diz um relatório da ONU divulgado em Davos.

O anúncio foi feito em meio a temores de que o cessar-fogo entre Israel e militantes do Hamas entre em colapso. Nesta quinta-feira, dois foguetes foram lançados contra território israelense, enquanto Israel bombardeou o sul da Faixa de Gaza.

Leia também:


Leia mais sobre Faixa de Gaza

    Leia tudo sobre: onu

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG