ONU pede tratamento digno aos presos após possível fechamento de Guantánamo

Genebra, 22 dez (EFE).- Um grupo de especialistas das Nações Unidas pediu hoje que, caso a prisão de Guantánamo seja realmente fechada, os detidos que não puderem voltar a seus países de origem sejam recebidos por outras nações.

EFE |

O fechamento do local, conhecido pelos métodos de tortura e falta de compromisso com os direitos humanos, foi uma promessa feita pelo eleito dos Estados Unidos, Barack Obama.

Segundo o grupo, o Governo americano deve respeitar plenamente suas obrigações internacionais - entre elas o princípio de não-expulsão, que proíbe o envio de pessoas a países onde corram o risco de ser torturados, e a continuidade da pena em outros lugares.

Para os relatores da ONU, o regime aplicado pela Administração de George Bush em Guantánamo (ilha de Cuba) "não permite que os culpados sejam condenados nem garante a libertação dos inocentes, situação que permite graves violações dos direitos humanos".

Eles advertiram ainda que este tipo de abuso é comum nas chamadas prisões secretas, razão pela qual também pediram que as pessoas tenham direito a um julgamento justo. EFE is/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG