ONU pede que Coreia do Norte não eleve mais a tensão na região

Genebra, 5 jul (EFE).- O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, considerou hoje lamentável e preocupante os últimos lançamentos de mísseis pela Coreia do Norte, à qual pediu para não elevar ainda mais a tensão na região.

EFE |

Ban fez estas declarações em um ato organizado pela Associação de Jornalistas Credenciados perante as Nações Unidas em Genebra.

A Coreia do Norte lançou ontem sete mísseis balísticos, em um claro desafio à comunidade internacional, que condenou essa atitude, após ter realizado um segundo teste nuclear em 25 de maio.

"Peço (à Coreia do Norte) que se abstenha de tomar medidas que exacerbem a situação e aumentem a tensão na região", disse o responsável da ONU.

Afirmou que a atitude do regime coreano não contribui em nada para resolver as questões pendentes de uma maneira pacífica e, além disso, viola diversas resoluções do Conselho de Segurança da ONU, que Pyongyang "teria que cumprir".

Ban considerou que a Coreia do Norte fechou as portas à comunicação e ao diálogo.

Para inverter esta situação, colocou a conveniência de "reviver" o processo de diálogo no processo multilateral, do qual participam as duas Coreias, Japão, China, Estados Unidos e Rússia. EFE is/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG