ONU pede liberação de entrada de dinheiro líquido em Gaza

Cairo, 25 jan (EFE).- O subcomissário-geral da agência da ONU para os refugiados palestinos (UNRWA), Filippo Grandi, pediu hoje no Cairo a liberação imediata da entrada de dinheiro líquido na Faixa de Gaza, disseram fontes da Liga Árabe.

EFE |

Grandi fez este apelo durante a inauguração de uma conferência de cinco dias com os responsáveis por tratar dos assuntos relacionados aos refugiados palestinos nos países árabes que os acolhem.

O subcomissário explicou que, desde a última ofensiva israelense contra Gaza, iniciada em 27 de dezembro, sua organização não consegue introduzir dinheiro líquido no território.

Além disso, as autoridades palestinas contataram Grandi durante os ataques e lhe informaram que o "sistema financeiro de Gaza está arruinado, dada a proibição à entrada de dinheiro líquido" na faixa territorial.

O funcionário da UNRWA também declarou que a agressão israelense causou muitos danos materiais às infraestruturas e prejudicou o fornecimento de luz e água.

"As perdas (econômicas) chegaram a números sem precedentes e os armazéns da UNRWA, que são as maiores fontes de ajuda humanitária, foram alvo da agressão", denunciou o diplomata.

Além disso, segundo Grandi, 36 colégios foram bombardeados e destruídos.

Para Grandi, os danos psicológicos são piores que as perdas materiais, já que a maioria das crianças no território fica traumatizada com a morte de seus familiares. EFE hh/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG