plano de resgate contra a fome - Mundo - iG" /

ONU pede a países ricos plano de resgate contra a fome

Genebra, 16 dez (EFE) - O Programa Mundial de Alimentos (PMA), o braço humanitário mais importante da ONU, pediu hoje aos países ricos que se comprometam com um plano de resgate para combater a fome no mundo, comparável com o que lançaram para salvar os bancos e impulsionar suas economias.

EFE |

O organismo ressaltou hoje que precisa de US$ 5,2 bilhões para essa tarefa, um valor modesto em comparação com as dezenas de bilhões de dólares que os Governos destinaram até agora para reforçar seus setores financeiros e tentar reduzir os efeitos da recessão.

A diretora-executiva do PMA, Josette Sheeran, lembrou que, com apenas 1% do dinheiro voltado às instituições financeiras e a relançar as economias da Europa e dos Estados Unidos, seria possível financiar integralmente o trabalho do organismo.

Sheeran destacou que, sem financiamento para o organismo, milhões de pessoas em Haiti, República Democrática do Congo, Etiópia, Quênia e em muitos outros lugares onde há registros de fome terão usados suas últimas reservas de alimentos até o final de março.

A responsável do PMA lembrou que a crise financeira também está afetando os países em desenvolvimento, onde a renda diminui, enquanto as oportunidades de exportar sofrem retração e caem as remessas dos imigrantes, que permite que milhões de famílias pobres sobrevivam.

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) anunciou na semana passada que, por causa da crise, 40 milhões de pessoas se somaram aos que já sofriam de fome, o que eleva seu número total a 500 milhões de indivíduos. EFE is/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG