ONU pede a Governos medidas para proteger mulheres da violência

Nações Unidas, 25 nov (EFE) - A ONU pediu hoje aos Governos que adotem com urgência medidas para proteger as mulheres da violência, o crime menos castigado no mundo, e do qual uma em cada três mulheres no planeta é vítima. É preciso aproveitar o impulso atual para pôr em prática leis e políticas. Apesar de muitos Governos terem aprovado leis nesse sentido, ainda existe uma brecha enorme para sua implementação, disse hoje a diretora do Fundo da ONU para a Mulher (Unifem), Inés Alberdi, nas Nações Unidas.

EFE |

Uma em cada três mulheres é agredida, obrigada a praticar sexo ou abusada ao longo de sua vida, e uma em cada cinco mulheres no mundo todo é vítima de estupro ou de tentativa, segundo dados da ONU, que hoje comemora o Dia Internacional da Não-Violência contra as Mulheres.

Alberdi, junto à atriz e embaixadora de boa vontade da ONU Nicole Kidman, apresentou os resultados da campanha da instituição contra a violência de gênero, intitulada "Diga não à violência contra as mulheres".

"Acabar com a violência contra as mulheres é uma tarefa de todos", disse Kidman, durante a entrevista coletiva, na qual pediu que nas escolas e nas famílias seja explicado às crianças o que significa ser abusado. EFE emm/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG