ONU iniciou distribuição de ajuda entre paquistaneses deslocados

Genebra, 29 mai (EFE).- As agências humanitárias das Nações Unidas informaram hoje sobre o início da distribuição de ajuda entre os quase dois milhões e meio de deslocados internos paquistaneses, provocados pela ofensiva contra os rebeldes talibãs no noroeste do país.

EFE |

O número de deslocados internos chega a 2,4 milhões, dos quais 80% foram amparados por famílias ou estão alojados em recintos públicos e os 20% restantes moram em campos distribuídos pelo país, informaram as fontes.

O Alto Comissariado para os Refugiados das Nações Unidas (Acnur) começou uma campanha em colaboração com o Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (UN-Habitat) para proporcionar aos deslocados móveis e utensílios, entre eles cinco mil tendas de campanha, kits de higiene, material para cocção e banheiros químicos.

A Organização Mundial das Migrações organizou dois grupos de verificação que elaborarão um relatório sobre as necessidades dos deslocados que não vivem nos campos de refugiados.

O Programa Mundial de Alimentos (PAM) distribui porções de comida entre as famílias que, em muitos casos, triplicaram o número de pessoas em seus lares.

Uma ONG local, a Idrak, distribui creme de proteção solar e diferentes elementos para a proteção contra o sol e as altas temperaturas que superam os 45 graus centígrados.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou que 12% das consultas nos campos de refugiados se devem à diarréia aguda, patologia que afeta 23% dos menores de 5 anos.

A agência sanitária calcula que 1% de todos os deslocados sofre de algum tipo de transtorno mental causado por trauma, assinalando que esse número pode aumentar para 2%. EFE mh/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG