ONU inicia redução de 70% da missão que possui no Kosovo

Zagreb, 11 ago (EFE) - A ONU começou hoje a reduzir a missão no Kosovo (Unmik), de acordo com um plano que prevê a retirada de 70% de seus 1.400 empregados.

EFE |

O anúncio foi feito hoje em Pristina pelo porta-voz da Unmik Aleksandar Ivanko, informou a agência de notícias sérvia "Tanjug".

"A redução do pessoal começou com aqueles empregados cujo acordo trabalhista já expirou", declarou.

Ele afirmou que ainda é necessário adotar uma estratégia definitiva para a redução do pessoal no norte do Kosovo, onde vive uma considerável minoria sérvia que não reconhece a independência da ex-província sérvia.

Ivanko expressou confiança em que a missão possa em breve abandonar o edifício no centro de Pristina, ex-comando local do Exército iugoslavo que desde 1999 serviu como sede da Unmik.

Enquanto isso, o vice-primeiro-ministro do Kosovo, Hairedin Kuchi, anunciou que nesse edifício ficará provavelmente parte do Governo kosovar e a missão EULEX (Missão da União Européia para o Reino do Direito).

A EULEX, a qual os sérvios consideram ilegal, planeja contar com três mil empregados. Sua principal tarefa será assistir ao estabelecimento do Estado do Direito. EFE vb/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG