ONU: homofobia ameaça combate à Aids

A agência das Nações Unidas que lidera a campanha internacional contra a Aids assinalou nesta sexta-feira que a homofobia e a discriminação contra os homossexuais coloca em risco as tentativas de se combater a pandemia provocada pelo vírus HIV.

AFP |

"Hoje, mais do que nunca, devemos trabalhar juntos para acabar com a homofobia e para levantar os obstáculos que impedem o acesso aos serviços contra a Aids", disse Michel Sidibe, diretor executivo da ONUAids, em uma declaração pelo Dia Internacional contra a Homofobia, em 17 de maio.

O orador pediu aos governos que eliminem o estigma sobre homossexuais e transexuais, e que garantam o acesso universal à prevenção da Aids, assim como aos tratamentos e à assistência médica.

Segundo estudos, a prevalência do vírus HIV entre homens homossexuais é 20 vezes superior a média e, apesar disto, este grupo tem limitado seu acesso à informação e aos serviços de saúde devido à discriminação, à violência e à marginalização.

A agência da ONU advertiu que o aumento do risco da transmissão do HIV não está limitado a uma minoria sexual, já que um estudo mostra que a maioria dos homens homossexuais também se relacionam com mulheres.

pac/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG