ONU está preocupada com incidências durante eleições no Haiti

Denúncias de fraude levaram candidatos à presidência a pedir anulação do pleito

EFE |

A ONU e a comunidade internacional expressaram neste domingo sua "preocupação após as várias incidências" registradas durante as eleições presidenciais e legislativas realizadas no Haiti.

As incidências, principalmente denúncias de fraude e irregularidades, levaram 12 dos 19 candidatos à Presidência do país a pedir a anulação do pleito.

Também aconteceram várias manifestações em diferentes pontos do país em protesto contra o presidente, René Préval, e o candidato governista à Presidência, Jude Celestin, a quem se acusa da suposta fraude.

Em comunicado divulgado pela Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah), a ONU e a comunidade internacional "exortam a população e o conjunto dos atores políticos a manter a calma" e lembram que a eventual deterioração da segurança "terá consequências dramáticas imediatas sobre o número de vítimas da epidemia de cólera" que sofre o Haiti.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG