NAÇÕES UNIDAS - O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, expressou esperança nesta quarta-feira de que o novo governo de direita de Israel continue a trabalhar pela criação de um Estado palestino independente.

Ban "saúda a formação de um novo governo em Israel e espera trabalhar com o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu sobre a totalidade das questões para paz e segurança", disse um comunicado divulgado por sua porta-voz, Michele Montas.

"Isto inclui a retomada do processo de paz no Oriente Médio, com o objetivo de criar um Estado palestino independente e viável, vivendo em paz ao lado de um Estado de Israel seguro, e na paz árabe-israelense completa", disse Ban.

O governo israelense é formado por partidos de direita e esquerda com diferentes visões sobre como resolver o conflito palestino-israelense.

Mais cedo na quarta-feira, o novo ministro da Relações Exteriores de Israel, o direitista Avigdor Lieberman, deixou os palestinos indignados ao dizer que Israel não tem compromisso com a declaração apoiada pelos Estados Unidos, assinada em 2007 em Annapolis (Maryland), que retomaria negociações para a criação de um Estado palestino.

O chefe da ONU raramente faz declarações públicas cumprimentando países pela formação de novos governos. Montas disse que o objetivo do comunicado de Ban era "reforçar os acordos feitos por Israel".

A Organização das Nações Unidas é membro do quarteto para a paz no Oriente Médio, junto com EUA, Rússia e União Europeia.


Leia mais sobre Israel

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.