ONU enviará mais de 200 mil camisinhas aos sobreviventes do ciclone em Mianmar

O Fundo das Nações Unidas para a população (UNFPA) enviará 220.000 preservativos aos sobreviventes do ciclone Nargis em Mianmar, que não têm nenhum acesso a meios contraceptivos, indicou nesta terça-feira uma fonte da ONU.

AFP |

Um total de 72.800 camisinhas já foi encaminhado, das 218.400 que serão enviadas, informou à AFP o representante da UNFPA em Bangcoc, Chaiyos Kunanusontun.

"Não queremos que o acesso normal a contraceptivos seja prejudicado. No caso de situações de urgência, o sistema de saúde é afetado e as pessoas não têm acesso aos preservativos ou outros meios de prevenção", explicou.

Aviões de ajuda humanitária da ONU transportarão também equipes médicas para partos e pílulas contraceptivas para cerca de 300.000 pessoas afetadas pelo ciclone, qu deixou 133.600 mortos e desaparecidos.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, que deve visitar Mianmar na próxima quinta-feira, afirmou que o momento é "crítico" para o país, onde a ajuda humanitária internacional chegou a apenas a 25% das pessoas 18 dias após a passagem do ciclone.

Com o medo de uma "segunda catástrofe" humanitária, Ban Ki-moon tentará convencer a junta militar, no poder desde 1962, a aceitar amplamente a ajuda internacional.

No domingo, Ban assistirá a uma conferência de arrecadação de fundos organizada pela ONU e a Associação das Nações do Sudeste Asiático (Asean) que a junta militar aceitou receber.

    Leia tudo sobre: mianmar

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG