ONU diz que há 1 milhão de deslocados por violência no Paquistão

Genebra, 8 mai (EFE).- Cerca de 500 mil pessoas foram deslocadas nos últimos dias ou estão a ponto de precisar deixar seus lares no noroeste do Paquistão devido a combates entre tropas governamentais e insurgentes, segundo a ONU.

EFE |

Somados aos deslocados desde agosto passado na região, o número total chega a um milhão de pessoas, disse hoje um porta-voz da agência das Nações Unidas para refugiados (Acnur).

O porta-voz Ron Redmond assinalou que "o Governo provincial calcula que entre 150 e 200 mil pessoas já chegaram a regiões mais seguras nos últimos dias, na Província Fronteiriça do Noroeste, mas há outros 300 mil em movimento ou a ponto de fazê-lo".

As pessoas que fogem de seus lares nesses dias o fazem devido à escalada de combates, e se somam, segundo Redmond, a outras 550 mil que tinham sido deslocadas antes, desde agosto de 2008 e que já estão registradas pela Acnur.

A imensa maioria dos novos deslocados - mais de 462 mil pessoas - estão abrigadas em locais alugados ou com outras famílias. EFE vh/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG