ONU diz que G8 deve agir de acordo com Objetivos do Milênio

Paris, 3 jul (EFE).- O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, lembrou hoje ao Grupo dos Oito (os sete países mais desenvolvidos do mundo, mais a Rússia, G8), com vistas à reunião de cúpula do bloco na próxima semana no Japão, que é hora de passar a agir de acordo com os Objetivos do Milênio para reduzir a pobreza extrema no mundo.

EFE |

"Só para a África, os países do G8 prometeram US$ 62 bilhões ao ano até 2010", lembrou Ban em artigo publicado hoje no jornal francês "Le Figaro" sobre suas prioridades para a cúpula de Hokkaido, no Japão, nos dias 7 e 8 de julho.

Ele Adiantou que em Hokkaido pedirá ao G8 que triplique nos próximos 3 a 5 anos a ajuda pública para pesquisa e desenvolvimento agrícola para permitir uma segunda "revolução verde", desta vez concentrada nos pequenos camponeses do continente africano.

A imagem do que permitiu transformar o sudeste asiático com a primeira "revolução verde", significa "dobrar a produtividade em um prazo relativamente curto" e acabar com a escassez de alimentos em nível mundial, argumentou.

Segundo ele, uma escassez que fez, entre outras coisas, que "o desenvolvimento agrícola não merecesse a atenção merecida".

Sobre a mudança climática, o secretário-geral da ONU insistiu que é preciso fazer com que "as negociações progridam em favor de um acordo global sobre a limitação de emissões de gases causadores do efeito estufa".

Isso deve ser concretizado não só em objetivos para 2050, mas "é necessário se comprometer até 2020, ou seja, a médio prazo, se quisermos promover mudanças desde já", indicou.

Para Ban, "as mudanças climáticas e a degradação do meio ambiente ameaçam o planeta e nenhum país está a salvo das dificuldades, seja do hemisfério norte ou do sul, grande ou pequeno, rico ou pobre".

"É preciso encontrar novas formas de compartilhar os frutos da prosperidade mundial com os (...) habitantes mais deserdados de nosso planeta, os que foram deixados na miséria", acrescentou. EFE ac/ev/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG