inaceitável não poder distribuir ajuda em Gaza - Mundo - iG" /

ONU diz que é inaceitável não poder distribuir ajuda em Gaza

Nações Unidas, 8 jan (EFE).- O secretário-geral da Organização das Nações Unidas, Ban Ki-moon, considerou hoje inaceitável o fato de o organismo não poder distribuir ajuda em Gaza, após o ataque israelense contra um comboio da Agência da ONU para os refugiados palestinos (UNRWA).

EFE |

A porta-voz da ONU, Michèle Montas, disse que o secretário-geral condena a ação das tropas israelenses contra os caminhões da agência que matou um de seus funcionários e forçou a suspensão de suas operações.

"A UNRWA se viu forçada a suspender a distribuição de alimentos por não poder garantir a segurança de seu pessoal. É inaceitável que a ONU não possa proporcionar assistência nesta crise humanitária que se está agravando", apontou Montas.

A porta-voz assinalou que as informações das agências da ONU indicam que o ataque aconteceu durante a trégua de três horas proclamada pelos israelenses.

Ban lembra que quatro funcionários da UNRWA morreram nestes 13 dias da ofensiva de Israel no território palestino, e ressalta que as Nações Unidas mantém estreitos contatos com as autoridades israelenses para investigar este e outros incidentes, e para adotar medidas urgentes que evitem sua repetição, disse Montas.

"O secretário-geral faz de novo uma chamada por um cessar-fogo imediato que facilite o acesso humanitário completo e sem restrições (a Gaza), e permita aos voluntários trabalhar com segurança para chegar a todos os que necessitam de ajuda", acrescentou a porta-voz.

O Alto Comissariado da ONU para os Refugiados, António Guterres, expressou hoje sua solidariedade com o trabalho da UNRWA em Gaza e reiterou seu pedido de que os princípios humanitários sejam respeitados no conflito.

"A população de Gaza nem sequer pode fugir para outro lugar", apontou Guterres durante um pronunciamento no Conselho de Segurança, em que apresentou o relatório anual sobre o trabalho de seu escritório. EFE jju/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG