ONU diz que casos de cólera aumentam de forma alarmante no Zimbábue

Genebra, 25 nov (EFE).- Os casos de cólera no Zimbábue aumentam de forma alarmante, denunciaram hoje agências humanitárias da ONU.

EFE |

Segundo as últimas informações do Escritório de Coordenação de Ajuda Humanitária da ONU (Ocha), o número de afetados chegou a 7.283, dos quais 313 morreram.

Um vírus de cólera ataca no Zimbábue desde agosto passado.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta que a doença se espalha rapidamente, e apesar de saber que o sistema de saúde é muito fraco, pede ao Governo que tome as medidas necessárias para deter a epidemia.

"Uma doença que é relativamente fácil de controlar está se transformando em uma epidemia", declarou em entrevista coletiva a porta-voz do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), Veronique Taveau.

O problema mais grave é o estado ruim da distribuição de água potável e as condições de salubridade do sistema de saneamento público. EFE mh/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG