ONU distribuirá comida pronta nos hospitais de Gaza

Genebra, 5 fev (EFE).- O Programa Mundial de Alimentos (PMA) da ONU levará comida pronta para atender os pacientes internados nos hospitais de Gaza, como parte de seu programa de ajuda de emergência no território palestino ocupado.

EFE |

"O gás para cozinhar continua sendo pouco e, sem esta intervenção, os pacientes podem passar fome", disse o coordenador de emergências do PMA, Gemmo Lodesani, em nota.

Nos próximos dias, a organização fornecerá mais de 40.000 porções de comida que incluem alimentos como carne, frango ao curry, queijo e biscoitos.

Este primeiro carregamento chegará graças a uma doação da Arábia Saudita em resposta à chamada "Operação Sobrevivência em Gaza", do PMA.

Além disso, o organismo continuará sua distribuição habitual de farinha, azeite e grão-de-bico às 365.000 pessoas sem alimentos.

Desde o início do conflito em Gaza, dia 27 de dezembro, o PMA distribuiu alimentos para dois meses a mais de 220.000 pessoas, além de 150.000 pacotes de emergência (com pão, biscoitos energéticos e produtos enlatados) e refeições para 30.000 crianças nas escolas.

O PMA pediu US$ 81,2 milhões aos doadores para operar em Gaza, mas até agora não recebeu nem 10% do valor.

Lodesani explicou ainda que o PMA solicitou a abertura de todas as fronteiras entre Gaza e Israel, e entre este último país e o Egito, para que a assistência humanitária seja contínua.

Atualmente cerca de 70 caminhões entram diariamente no território - menos de 10% do necessário para atender à população. EFE mrm/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG