ONU cria fundo de medicamentos contra aids

Um pool de patentes para a produção de medicamentos a baixo custo contra a aids começará a funcionar em meados de 2010, informou nesta segunda-feira o Fundo das Nações Unidas para a Compra de Medicamentos (Unitaid).

AFP |

O chamado "Patent pool" permitirá produzir medicamentos antirretrovirais de última geração para os países em desenvolvimento, explicou à AFP o presidente da Unitaid, Philippe Douste Blazy, que qualificou o projeto de "um passo enorme para a humanidade".

A criação desse pool de patentes é resultado de negociações com laboratórios farmacêuticos como Gilead, Tibotec (Johnson & Johnson), Merck e Sequoia, destacou Douste Blazy.

As companhias farmacêuticas se comprometeram, de modo voluntário, a abrir suas patentes no "Patent poo", que fará a ligação entre os laboratórios e os fabricantes de genéricos para produzir medicamentos a preços baixos e em quantidades combinadas", incluindo as drogas que integram a triterapia contra a Aids, explicou Dousty Blazy.

Esse pool de patentes permitirá também produzir medicamentos em doses e embalagens especiais para as crianças, que respondem por 10% das necessidades atuais em matéria de tratamento contra a aids.

Os medicamentos produzidos pelo "pool" serão reservados, exclusivamente, aos países em desenvolvimento, destacou Douste Blazy.

O Fundo das Nações Unidas para a Compra de Medicamentos (Unitaid) é uma estrutura criada para distribuir os recursos colhidos com o imposto sobre as passagens aéreas, aplicado desde 2006 para financiar programas de combate à aids.

O "Patent pool" deve reunir um total de 19 produtos, de nove empresas farmacêuticas.

Leia mais sobre: aids

    Leia tudo sobre: aidshiv

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG