ONU confirma primeiro foco de cólera após inundações no Paquistão

Inundações já afetaram mais de 14 milhões de pessoas em todo o país

EFE |

Islamabad - A ONU anunciou hoje que iniciou um plano de emergência para evitar a propagação do cólera entre os afetados pelas inundações no Paquistão após confirmar o primeiro foco da doença.

Em comunicado, a ONU diz que passou a tratar todos os casos de diarreia aguda como cólera, mesmo depois da confirmação de poucos casos, porque é a melhor maneira de conter a doença.

Fontes de organismos humanitários relataram à Agência Efe nos últimos dias que houve milhares de registros de casos de diarreia, infecções na pele ou gástricas devido às águas contaminadas.

Tanto a ONU como a Cruz Vermelha advertiram que, caso doenças como o cólera se espalhem, pode haver uma onda de mortos superior aos 1.600 mortos registrados até o momento pela catástrofe. As graves inundações no Paquistão afetaram mais de 14 milhões de pessoas em todo o país.

    Leia tudo sobre: InundaçõescóleraPaquistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG