ONU confirma libertação de chefe do Acnur sequestrado no Paquistão

Nações Unidas, 4 abr (EFE).- A ONU confirmou hoje a libertação do chefe do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) na cidade paquistanesa de Quetta, o americano John Solecki, que havia sido sequestrado no dia 2 de fevereiro.

EFE |

A confirmação da libertação de Solecki aconteceu por meio de um comunicado do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.

"Solecki está a salvo e aos cuidados das Nações Unidas", diz a nota.

No Paquistão, a Polícia informou que Solecki foi abandonado por seus sequestradores no sul do país e que estava sob custódia das autoridades, segundo diversos veículos de imprensa.

Solecki foi sequestrado por membros da Frente Unida de Libertação do Baluchistão (BULF, em inglês), uma organização desconhecida até então.

Em meados de fevereiro, seus sequestradores divulgaram um vídeo no qual Solecki, que sofre de hipertensão e problemas renais, pedia ajuda para ser libertado.

Diversos grupos armados agem há anos na província do Baluchistão, onde lutam pela independência ou autonomia da região.

Ban lembrou que o enviado especial da ONU para o Níger, Robert Fowler, e seu assistente Louis Guay, continuam sequestrados desde 14 de dezembro de 2008. EFE emm/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG