O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, condenou o ataque de separatistas curdos na Turquia, perto da fronteira com o Iraque, que matou 15 soldados turcos.

A condenação foi anunciada pela porta-voz de Ban, Michelle Montas.

O ataque, sexta-feira, foi atribuído ao partido PKK, considerado terrorista e que luta pela separação do sudeste da Turquia, zona majoritariamente curda.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.