ONU adota nova resolução contra piratas na Somália

Nações Unidas, 7 out (EFE).- O Conselho de Segurança da ONU adotou hoje uma resolução pedindo a todos os países interessados em preservar a segurança das rotas marítimas a enviar navios e aviões militares à Somália para combater a pirataria.

EFE |

A resolução 1.838 foi redigida pela França e contou com o respaldo unânime dos 15 membros do principal órgão da ONU.

Ela assinala que os piratas "representam grave ameaça" para os navios que transportam a Mogadíscio a ajuda humanitária das Nações Unidas da qual dependem 3,5 milhões de somalis, vítimas de conflitos internos que atingem seu país há quase duas décadas.

Esta nova resolução soma-se à adotada em junho pelo Conselho de Segurança, que já autorizava navios de guerra estrangeiros a penetrar em águas somalis em perseguição de piratas.

As vítimas mais recentes da pirataria no Golfo de Áden são os 21 tripulantes do cargueiro ucraniano "Fania", desde 25 de setembro em mãos de homens armados que exigem resgate US$ 20 milhões. EFE jju/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG