Um relatório publicado nesta terça-feira pelas Nações Unidas atribui a Israel a responsabilidade por seis incidentes que causaram mortos, feridos e prejuízos materiais em instalações da ONU durante a ofensiva na Faixa de Gaza, em dezembro/janeiro.

"Em seis dos nove incidentes examinados, os mortos, feridos e as destruições foram causados por ações militares das Forças de Defesa de Israel (IDF), usando munições lançadas do ar ou do próprio solo", diz um resumo do documento enviado ao Conselho de Segurança e comunicado à imprensa.

O relatório foi elaborado por comissão independente de investigação escolhida pela ONU para examinar nove incidentes durante os quais dependências das Nações Unidas na Faixa de Gaza sofreram bombardeios.

O quartel-general da Agência da ONU de ajuda aos refugiados palestinos (UNRWA) e várias de suas escolas foram atingidas por ataques israelenses durante a ofensiva que fez mais de 1.400 mortos palestinos.

O governo israelense já rejeitou por antecedência este relatório, afirmando que é tendencioso, favorável ao grupo islamita Hamas.

hc/sf/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.