ONU acredita que eleição afegã estará resolvida em semanas

Por Peter Graff CABUL (Reuters) - A Organização das Nações Unidas (ONU) acredita que a eleição no Afeganistão possa estar resolvida dentro de semanas, uma vez que as cédulas já estão sendo impressas para o eventual segundo turno, informou um porta-voz neste domingo.

Reuters |

Resultados preliminares mostram o presidente Hamid Karzai com 54,6 por cento dos votos --o bastante para vencer o pleito de 20 de agosto já no primeiro turno-- mas observadores da ONU exigiram uma recontagem parcial por conta de fraudes.

Se a recontagem eliminar votos de Karzai de forma que ele não tenha mais de 50 por cento dos votos, um segundo turno deve ser disputado com seu principal adversário, o ex-ministro das Relações Exteriores Abdullah Abdullah.

Uma importante autoridade eleitoral afegã disse no sábado que um segundo turno, se necessário, teria de ser realizado na terceira semana de outubro ou ser adiado para o ano que vem por conta do tempo ruim que torna inacessível grande parte do país.

Isso daria aos investigadores das fraudes apenas duas semanas para completar sua recontagem e, assim, permitir mais duas semanas de campanha.

Aleem Siddique, porta-voz da ONU, disse estar confiante de que a recontagem poderá ser concluída rápido o bastante para dar a vitória a Karzai no primeiro turno ou realizar a segunda votação neste ano.

Como precaução, autoridades já pediram cédulas de papel para o possível segundo turno, afirmou.

"Nós todos reconhecemos a dificuldade em realizar um segundo turno conforme o inverno (no Hemisfério Norte) se aproxima, mas tudo que isso faz é aumentar nossa determinação para colocar todos os nossos esforços para um segundo turno neste ano, se for necessário", disse Siddique.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG