ONGs pedem investigação sobre possíveis crimes de guerra em Gaza

Cairo, 20 jan (EFE).- Vários defensores dos direitos humanos pediram hoje no Cairo uma investigação para comprovar se foram cometidos crimes de guerra durante o ataque israelense à Faixa de Gaza.

EFE |

Em entrevista coletiva na capital egípcia, o secretário-geral de Cruz Vermelha na Suécia, Peter Nobel, propôs que tribunais nacionais de países como Espanha e Reino Unido julguem esses crimes, diante da pouca probabilidade de isso acontecer em uma corte internacional.

Nobel se mostrou "pessimista" sobre a possibilidade de um tribunal internacional julgar crimes cometidos em Gaza, já que não acreditam que teriam tenham jurisdição isso.

O Tribunal Penal Internacional (TPI) já assegurou que não pode admitir o trâmite deste tipo de processo, porque Israel não é membro deste tribunal.

O caso poderia ser julgado no TPI somente se a solicitação partisse do Conselho de Segurança da ONU.

Nobel faz parte de uma missão de sete ativistas que entrará amanhã em Gaza pelo Egito, após Israel ter recusado que entrassem no território por sua fronteira.

A iniciativa é organizada pelos grupos europeus Rede Euro-mediterrânea de Direitos Humanos, Comissão Internacional de Juristas, e Federação Internacional de Direitos Humanos.

O objetivo é comprovar a situação na Faixa de Gaza e oferecer apoio às organizações que trabalham em Gaza e à população, afirmou Nobel.

A defensora dos direitos humanos irlandesa Tanya Ward afirmou que "morreram mais crianças que militantes do Hamas, o que indica que algo estava errado na operação". EFE mv/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG