Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

ONG japonesa desmente que funcionário tenha sido libertado no Afeganistão

Cabul, 26 ago (EFE).- A ONG Peshawar-kai desmentiu hoje que o funcionário japonês seqüestrado no leste do Afeganistão tenha sido libertado, como tinha informado o Ministério do Interior afegão.

EFE |

O diretor adjunto da ONG no Afeganistão, Noor Zaman, disse à Agência Efe que forças de segurança afegãs e centenas de aldeões procuraram sem sucesso durante o dia todo o trabalhador em uma zona montanhosa situada na província oriental de Kunar.

Zaman acrescentou que a Polícia conseguiu deter um dos seqüestradores.

O membro da ONG explicou que um agente, ao informar ao Ministério do Interior afegão sobre a detenção, comentou a seu interlocutor que o detido parecia um japonês, por isso o Ministério interpretou que o cooperante já tinha sido libertado.

O porta-voz do Ministério do Interior, Zemarai Bashary, tinha afirmado horas antes que o refém tinha sido resgatado pela Polícia afegã em Kunar.

Segundo a ONG, as operações de busca concluíram hoje sem que os agentes conseguissem encontrar Kazuya Ito, de 31 anos. EFE lo/an

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG