ONG israelense faz novas denúncias sobre a ofensiva em Gaza

A ofensiva israelense contra o Hamas na Faixa de Gaza, em dezembro de 2008 e janeiro deste ano, provocou a morte de quase 1.400 palestinos, metade deles não combatentes, informa a ONG israelense BTselem em um balanço sobre o conflito.

AFP |

A B'Tselem, que fez uma investigação própria, afirma que 1.387 palestinos morreram nas três semamas de conflito. Entre eles, "773 não participaram nos combates, incluindo 320 menores de idade e 111 mulheres".

A ONG destaca que entre os mortos "330 participaram nos combates e 248 eram agentes de polícia palestinos". A B'Tselem é a principal organização israelense de defesa dos direitos humanos nos territórios palestinos.

Em um comunicado, o Exército israelense rebateu os dados alegando que são baseados em "falsas estatísticas", procedentes de organismos que querem inflar os números e a proporção de civis entre as vítimas.

dlm-ms/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG