ONG diz que Brasil tem 3º maior índice de analfabetismo da América Latina

Santiago do Chile, 18 jun (EFE).- O Brasil é o terceiro país em índice de analfabetismo da América Latina, atrás apenas do Haiti e da Guatemala, segundo um relatório divulgado hoje por uma ONG.

EFE |

De acordo com a ONG Alfalit, os níveis de analfabetismo no Brasil chegam a 11,4%, número que só não é pior que o do Haiti, 41,7%, e da Guatemala, 30,9%.

Entre os países com menor porcentagem de pessoas que não sabem ler estão Chile, Argentina e Uruguai.

"No Chile há dois milhões de pessoas que não sabem ler, número que significa 4,3% da população, antecedido por Uruguai (4%) e Argentina (2,8%)", disse David Forsberg, diretor internacional da Alfalit.

Segundo Forsberg, no mundo existem 800 milhões de analfabetos, dos quais 34 milhões pertencem à América Latina Fundada em 1962, a Alfalit é uma organização cristã com sedes no Caribe, América Latina, América Central e em alguns países da África.

A instituição prepara voluntários para alfabetizar pessoas, com um programa que dura aproximadamente seis meses.

Para a ONG, o ensino pode combater a delinqüência.

"É possível observar que o analfabetismo gera criminalidade, pois nas prisões há um grande número de analfabetos", disse Forsberg. EFE ss/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG